Visitas

terça-feira, março 08, 2005

Um dia é um dia e outro dia é outro dia

Nós, animais racionais, também devíamos ter direito a hibernar. Porque há dias assim, em que mais valia não nos termos levantado da cama. Era perfeito, fechávamos os olhos e já era o dia seguinte.
Quando pela manhã começa a correr mal, todo o resto do dia parece talhado para o pior. Acorda-se tarde e más horas, já o despertador apitou dez vezes e só há tempo de um duche rápido para tirar a remela. Pelo caminho atira-se com um café para o estômago e tira-se a barra de cereais da algibeira, ao mesmo tempo que vamos maldizendo os contratempos. O comboio tem a lata de nos fechar a porta na cara, e no comboio seguinte temos o azar de sermos obrigados a ouvir as conversas de chacha no banco ao lado, qual sala de espera de centro de saúde. Olhamos de soslaio o relógio quando as passadeiras rolantes não funcionam. Chegamos ao trabalho, o computador empanca, o fax apita, o telefone não pára, a net vai abaixo e a impressora encrava. À hora do almoço mais um dissabor qualquer e nem chegamos a pôr o nariz no cheiro da tarde. Tudo coisas normais mas que nestes dias adquirem proporções gigantes. Sabemos que não adianta nada estarmos de candeias às avessas com um simples dia nas nossas vidas, mas nem por isso ele passa mais rápido. No final de tudo isto ainda temos de agradecer à mãe Natureza por nenhum pombo nos ter cagado em cima.

4 comentários:

Ana disse...

Pior fui eu un dia destes. Era já um final de tarde de um dia que me estava a correr maravilhosamente bem quando fui mesmo brindada com uma cagadela de pombo. O que é que é melhor? Ter um dia triste com um final feliz, ou um dia feliz com um final triste?

Anónimo disse...

Antes pombo que gaivota...
Quanto a dias maus...deviam ter visto o programa prós e contras ontem na RTP, Abordaram a Eutanásia!

"uns tem dias maus outros tem vidas más!"

Ps: para quem não viu, aconselho vivamente o filme "Mar Adentro" de Alejandro Amenábar...
Ass:QZ

Gui disse...

O dia TAMBÉM não foi assim tão mau.
Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade será pura coincidência.

Gui disse...

Ao que parece o filme Mar Adentro tem muito mais coincidências com a realidade.