Visitas

terça-feira, março 22, 2005

O Maxim's não é o maximus

Por vezes há noites assim e acabamos por ir parar a uma festa ao engano. Não foi o caso do jantar do aniversariante prata da casa, a tua festa foi muito agradável! Foi mais tarde, bem mais tarde. Lá me contaram que o cubo de vidro à beira rio estava encerrado para obras e logo o imaginei partido à martelada, tornado rectângulo, pirâmide. E que nessa noite se iria transferir para outro palco ali à Praça da Alegria. Foi quando me encontrei à porta do Maxim's. Espaço este mais conhecido por ser uma bôite isto dizendo à antiga, um bar de strip para dizer à moderna ou uma casa de putedo dizendo à de sempre. A porta era flanqueada por um enorme russo vestido de cabedal com ar ameaçador e que só por se ir lá fora pespegava carimbos ferozmente. O que à partida poderia parecer uma má ideia, revelou-se tão boa como outra qualquer: a população dançante habitué do cubo de vidro e suas margens estava tão bem ali como estaria bem também em qualquer rua de Freixo de Espada à Cinta, tão arregalada e acelerada como até aqui. Todo o cenário parecia retirado de um filme tiro no pé: as bolas de espelhos, as cortinas prateadas, as mesas "privadas" de sofás corridos em veludo vermelho. O restante staff fingia não perceber o português, mas percebia bem de fazer contas em Euros; os copos de água eram recusados no bar (eu lá manifestei estranheza e uma loura deu-me água mas não se livrou de um rude raspanete em moldavo) ; as empregadas tinham o ar de quem está a fazer uma perninha no bar depois de ter despido uma perninha sem calças no palco. Tudo isto era muito engraçado, mas acredito que o Maxim's será bem melhor na sua programação habitual.

4 comentários:

marocas disse...

A programação habitual nunca vi mas tenho uma ideia, com a população dançante habitué do cubo de vidro nem consigo imaginar, mas com os Irmãos Catita em palco e com os intervalos preenchidos pelo João Portugal (prata da casa), um imitador do Elvis, um cantor espanhol de sexo indefinido e a stripper de 50 anos com as pombas amestradas...é uma delícia! E o cenário é perfeito!

Gui disse...

ehehhehehe
viva a marocas!!!

sergonov disse...

Eu futebol ainda falo mas estas coisas de casas de strip não percebo nada... ass: Gajo casado!

sergonov disse...

Isso não é aquelas casas onde ,as gajas tiram a roupa de marca!!! já ouvi falar mas isso não era só no estrangeiro!!!
Cá não há pois não?

(agora só para nós: arranjo bilhetes para a feira erótica na FIL... shiuuuu!!!)