Visitas

terça-feira, março 01, 2005

Conselho para os que têm o cabelo curto

Não vos vou pedir que lavem a cabeça todos os dias. Eu não o faço. Mas, por favor, para os que têm o cabelo curto, tenham atenção à parte de trás dos vossos lindos cabelos quando, pela manhã, abandonam as vossas casas.
Eu sei que a maioria dos espelhos só permite ver a parte da frente da cabeça, mas as outras pessoas, o mundo inteiro, pode estar a levar com as vossas nucas durante longos minutos. Este pormenor é importante porque uma noite bem ou mal dormida com a cabecita em cima da almofada faz as suas sequelas no couro cabeludo.
Assim, pela manhã, é preciso dar um jeitinho atrás e não sair para a rua tal araras de penas arrebitadas. Tenho noção que com este conselho vou perder muitas risotas que me proporcionam ao longo do meu caminho para o trabalho, mas acho por bem fazer esta chamada de atenção. É que não há pior do que alguém entrar no comboio, passar com ar pimposo (acho que acabei de inventar esta palavra), deixar atrás de si o cheiro de um maravilhoso perfume, e estragar tudo ao sentar-se de costas no banco que vai à nossa frente brindando-nos com o seu travesseiro cuidadosamente desenhado na parte de trás da cabeça. É feio. Ah, pois é!

3 comentários:

Anónimo disse...

eu tenho cabelo curto pá...mas o teu riso é inconfundivel e audivel qb...eu tinha notado...ou será que não notei...uuummm,vou rapar o cabelo já venho...
Ass:Qz

Ana disse...

Pois meu amigo, é mais fácil rapar o cabelo do que penteá-lo todos os dias, né? Tá bonito, tá.

Gui disse...

Este travesseiro desenhado no back side terá talvez os seus culpados. É sabido que muitas senhoras vão ao cabeleireiro ao sábado onde o cabelo é cuidadosamente ripado ou melhor leva um tratamento fantástico que dá pelo garboso nome de mise. Acontece que esse cabelo normalmente só torna a ver o padeiro (o cabeleireiro) no sábado seguinte, nunca antes. À medida que caminha alegremente para a sexta feira as marcas do travesseiro assumem uma identidade própria. Na última vez que fui cortar o cabelo, num sítio muito caro ali para a Alameda onde deixei o couro e o cabelo (literalmente), a mulher que me lavou o cabelo disse com um ar indignado: "Mas este cabelo está lavado!". E eu muito envergonhada, que não, que o tinha lavado ontem, mas ela encolheu os ombros virou-se para a do lado e fez "Tss, tss". Ou seja, as cabeleireiras são as protectoras dos cabelos sujos e sebentos... onde é que já se viu uma pessoa, ao mesmo tempo que mija no duche, lavar o seu próprio cabelo sozinha com champôs do supermercado?