Visitas

quinta-feira, fevereiro 24, 2005

E agora algo completamente diferente

Esta é a verdadeira.

Segundo um estudo europeu hoje publicado em Londres, a exposição ao fumo de uma pessoa que esteja quatro horas numa discoteca é como conviver com um fumador durante um mês.

Seguem-se as dissertações.

Segundo um ensaio holandês, a observação de uma performance de sexo ao vivo na noite de Amesterdão é como fornicar com o parceiro durante dois meses sem sequer lhe pôr a vista em cima.

Segundo um pensamento tailandês, se uma esteticista estiver quatro horas seguidas a fazer depilações, fica ela própria sem pêlos durante um mês ou mais (dados ainda por confirmar).

Segundo uma tertúlia checa, a exposição a posts parvos em blogs ainda mais parvos durante quatro horas é como passar um mês no Hospital Júlio de Matos com a enfermeira a trocar a medicação todos os santos dias.

1 comentário:

Gui disse...

Viva o non sense!!
Assim de repente não vem ao meu encontro nenhum provérbio.
Mas uma coisa posso garantir: a exposição à tua amizade nos últimos 14 anos fez de mim uma pessoa melhor.
E isto não é passível de ser verificado cientificamente.
Se bem que não me importava de me oferecer como cobaia para o tal ensaio holândes, desde que me garantissem uma posterior parceria. Leia-se: parceiro para fornicar.