Visitas

terça-feira, fevereiro 22, 2005

As ovelhas e os provérbios

O que se segue não são palavras minhas. São da Gui, membro deste blog, num comentário que fez a um dos meus primeiros textos. Republico-os aqui, para que não se percam. Ditos proverbiais.


Nada que não tenham lido antes sobre as ovelhas. Ou tudo o que pensaram jamais vir a ler sobre as ovelhas.

- A ruim ovelha deita a perder o rebanho.
- A ovelha procura a sua parelha.
- A ovelha mansa mama a sua mama e mais a alheia.
- A ovelha pior do bando é a primeira que espirra.
- A ovelha que não tem dono come-a o lobo.
- Ano de abelhas, ano de ovelhas.
- Antão era pastor guardava ovelhas e tinha um cão sem orelhas.
- Basta uma ovelha ranhosa para dar cabo do rebanho.
- Cada mal com um igual e cada ovelha com sua parelha.
- Carneiro, filho de ovelha, não erra quem o seu semelha.
- Coitados dos cordeiros quando os lobos querem ter razão.
- Corre a vaquinha quanto corre a cordeirinha.
- De manhã em manhã perde o cordeiro a lã.


PS: Em breve, a Gui começará a contribuir com os seus pensamentos e ideias neste blog. Estamos todos ansiosos pela sua chegada e até já há quem diga que do lado de lá dos portões deste reino a populaça já a aguarda em euforia, com rosas brancas na mão.

1 comentário:

Gui disse...

Porque um post sem comentários é assim como uma jardim sem flores, sei lá um rio sem pontes...
E pronto tal que coisas e às páginas tantas...
sim sim estou a compreender