Visitas

sábado, fevereiro 26, 2005

Aventuras desortográficas

Dár errus ortugráficoz às vezes sabe tao beim. É qe se formus a ver beim, as ideias conceguem sair na mezma, e toda a jente perssebe. Até axo qe era uma boa ideia cada um de nós comessar a ter a sua propria forma de ezcrita. Cada um de noz com os ceus errus em particular, ezpessíficus, únicuz. Porqe não? Algém pur acasu ficou cem persseber exte testo?

4 comentários:

Gui disse...

heheh
Dá-te gozo porque sabes como se escrevem na realidade. E quem chega à compreensão deste texto também sabe como se escreveria sem erros.
Chateiam-me mais ainda os erros da digitação, da escrita rápida, do trocar as letras porque o teclado é disléxico.
Um texto com erros é como uma montra feia: nunca entramos dentro da loja mesmo que a roupa seja uma pechincha.

Anónimo disse...

iutosM arabénsp elop itios, át uitom omb, ós esmom indov ed oçesv!Umat ormaf iferented ed osv izerd emt lenosp ulmõesp...oçesv ãos RANDESG...

ssA:ZQ

Gui disse...

ZZQZQQ :

gadasobri poz ilojuís
ams opodis carcas na jenti
us meb
ut e uqe es rangde

e se seguiconres trazudir atse damer nhasga traou gafarra ed lotnit.
DE 2001 !!

Assunção Guedes disse...

Quase me doíam os olhos ao ler este texto! Sabe bem dar erros propositados, mas sabe ainda melhor ler um texto sem tropeçar! Comecei a ver o vosso blog e quis começar do princípio, vamos lá ver se consigo :) muitos parabéns!!