Visitas

sexta-feira, maio 05, 2006

Literatura de cordel

E não é que havia mesmo um cordel?
Em meados do séc. XVI, os vendedores ambulantes chegavam às terriolas e penduravam um cordel nas portas das casas onde dispunham os "livros" (que não eram senão folhetos dobrados). Chegaram assim os livros ao povo, já que as farsas, historietas, os contos históricos ou religiosos eram vendidos a baixo preço.
Hoje já muita gente sabe ler e o que é importante é que realmente se leia... seja com cordel, sem cordel, sejam jornais, revistas, com bola, sem cor-de-rosa, com verso ou sem rima, sejam os rótulos das garrafas, a propaganda de um partido ou o Borda d'Água. E até um blog que tal.

6 comentários:

sergonov disse...

Ler faz muito bem mas cantar tb é muito bom!
ihihih...
Nem que seja o Maravilhoso Coração do Marco Paulo.

lol

Gui disse...

hehehehehe Viva o meu companheiro de dueto! Arrasámos!!

Anette disse...

Aquilo é que foi!

qxfq5tx02 disse...

Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

"BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

Get everything within 2 weeks.
100% verifiable, this is a real deal

Act now you owe it to your future.

(413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.

sergonov disse...

Olha outro com a mania que é cantor!

anette disse...

Este tá a ver se para a próxima é convidado.