Visitas

quarta-feira, junho 29, 2005

A velhinha e o pombo II

Então não é que no outro dia no Martim Moniz vi o raio do Zequinha cucurúcu (o pombo) a arrastar-se pela praça com um saco de plástico preso na pata e uma dentadura dependurada no bico?

5 comentários:

GranMarta disse...

É assim mesmo Zéquinha!

Gui disse...

É mesmo caso para dizer Zéquinha, esse granmaluco.
Martolas 'tás boazinha aí nas Américas? Vou saber já já, vou espreitar o teu blog.

Anónimo disse...

Eu sabia que esse Zequinha nao era de confiança,eu sabia...começo a temer pelas vidas das paletes de velhinhas que vivem nos beirais deste Portugal a'dentro...

Ass:QZ

sergonov disse...

Eu bem desconfiei não vi a Dª Albertina e a canja estava muito estranha!
Mas o que mais me espantou foi ver um pombo na cozinha de avental!

Gui disse...

hehehhehheh
vivam os nossos melhores e mais assíduos ouvintes