Visitas

quinta-feira, janeiro 09, 2014

Posso entrar?

Creio que cerca de 96% dos leitores do Coisas que tal não me conhecem (amostra traçada com desvio padrão de 2%).

Sou a outra, a Gui, a segunda autora fantasma do blog, aquela que não escreve há muitos, muitos anos…

Foi a Anette, amiga de há muitos, ainda muito mais anos, que me convidou a participar e tem sido sempre ela que mantém as coisas que tal a navegar. Na época em que começámos – e já lá vão 9 anos! – o slogan do blog era algo parecido com: “Nada que já não tenham lido antes. Tudo o que em qualquer altura pensaram jamais vir a ler.” Era um complemento de título que muito me agradava. Se calhar não gosto tanto deste, porque  ter cantinhos muito específicozinhos sobre coisinhas pode ser, vá, esquisito … E pode, talvez sim, e porque não?, um blog temático com uma estrutura rígida ser algo castrador e pouco maleável.
Por aqui, as coisas que tal pretendem ser muito menos espartilhadas por isso apetece-me, e espero manter voraz meu apetite, regressar para poder escrever uns disparates e recuperar algumas rubricas de que tenho saudades. Ao ler alguns dos arquivos, lembrei-me do gozo que me dava escrever sem travões.
Aviso desde já, a quem possa interessar, que também sou versada em criançada. Para além do meu sobrinho Rodrigo, menino querido de mamãe Anette - que já não vejo desde Setembro, quando vimos o Pinóquio na Regaleira -, tenho muitos sobrinhos emprestados: é verdade, foi um fenómeno!, as minhas amigas desataram todas a parir ao mesmo tempo. E tenho três sobrinhos mesmo a sério (que desejo não tenham herdado nenhum gene defeituoso da tia); é aquele amor sem fronteiras e muita imaginação para os jogos, e eu fui uma tia daquelas que mudam fraldas sujas até ao pescoço, que dão sopas e papas por entre cantorias desesperadas para os fazer comer, que contam histórias, duas, três, e eles teimam em não adormecer. Hoje estão mais crescidos e qualquer dia começam a achar “uma seca” estar com a tia, por isso quero aproveitar. E enquanto não procrio, tic tac, tenho histórias maravilhosas para partilhar da Catarina, 10, o Francisco, 7, e a Maria, que faz 6 anos já este sábado.
Para ti, querida Anette, sei que será uma surpresa este regresso. Nunca me fechaste a porta… alinhas em mais 9 anos de blog?

2 comentários:

Anette disse...

Que boa surpresa Gui, até me emocionei. A minha resposta é "sim, claro que aceito". Escreverás do que quiseres, da maneira que quiseres... e fazes isso tão bem. Que bom teres voltado a casa!

Gui disse...

Ainda bem! :)
Bjs tantos, amiga