Visitas

quinta-feira, março 21, 2013

O diagnóstico do otorrino

A boa notícia: o Rodrigo não tem adenóides grandes.

A má notícia: tem líquido no ouvido. Com tantas constipações, aquilo não está a drenar como devia e tem otite serosa. Ele ouve bem, mas esta situação pode levá-lo a confundir o som de determinadas consoantes, acabando por dizer o "v" no lugar do "f" e por aí fora.

E agora? Bom, para já está a fazer um tratamento com a duração de três meses, findos os quais se avaliará a quantidade de líquido no ouvido.

O melhor cenário: ter diminuído após o tratamento. Adeusinho sô tora e vamos para casa brincar.

O pior cenário: o quadro permanecer inalterado. Aí, terá mesmo de ser operado aos ouvidos para lhe colocarem um dreno, aproveitando também para tirar os adenóides. Esta parte é que estranhei, se não são grandes, por que lhos tiram? Enfim, serão questões para ver mais à frente.

Saí do consultório a chorar, não tanto por achar que é uma coisa grave (há montes de miúdos com o mesmo problema) mas mais por pensar no pós-operatório, nas dores e na rabugice dele... É natural que fique angustiada com isso, afinal, é uma cirurgia e ele é tão pequenino. Mas bola para a frente, que eu não quero ter um puto charila à frente a dizer-me "fou ali puscar uma vaca para cortar o fife". Isso é que não!

(Ai gente, o Rodrigo está um tagarela de primeira e eu estou tão feliz com isso que até o tenho deitado mais tarde do que é habitual. Sabem? Ando a pôr a conversa em dia com ele. Foram três anos e meio de silêncio e agora esta casa enche-se de um barulhinho bom que custa desligar)

9 comentários:

vidasdanossavida disse...

Bom fim de semana e boas conversas... Bjs

Silvana disse...

Pois é quando começam a falar, somos incapazes de dizer: "cala-te, já chega". Pois passamos tanto tempo a querer ouvi-los, que agora pronto, falem e falem....

Raquel Mendes disse...

Não te preocupes, mesmo que precise de ser operado vai correr tudo bem! :)

A primeira vez fui operada aos adenoides tinha 6 anos.

Pós-operatorio: Nos ouvidos não se sente nada, o mais chato é mesmo a garganta que não conseguimos nem engolir a saliva pqe doi e só podemos comer gelados (esta parte até que é fixe :p).

Nas consultas posteriores: Se for como eu vai ser horrivel, pqe eu odeio aquela coisa que eles metem nos ouvidos para ver o interior... traumatizante para mim, mas ultrapassavel. Se os tubos não cairem por si (foi o meu caso) terão que ser retirados, o que causa um grande incomodo, mas é super rápido! :)

Aos 11 anos tive que repetir a operação dos ouvidos. Os meus nunca ficaram bons e teria que andar a repetir a operação vezes e vezes. Cansei-me e acabei por desistir da situação.

Na maior parte dos casos corre tudo bem, força! :)

ML disse...

Agora é esperar, e até podes ser surpreendida e ao fim dos três meses ele ter melhorado consideravelmente.

Agora aproveitem conversem, mimem-se! Nada de sofrer por antecipação! :)

Beijinhos e um bom fim de semana!

Maria_S disse...

A minha filha mais velha foi operada aos adenoides no mês em que fazia 3 anos e colocou uns tubinhos para drenar os ouvidos, porque também tinha otite serosa (é serosa e não cerosa porque não tem a ver com cera :)). Os tubinhos não são mais que missangas :). Sério são iguaizinhos. O pós operatório também não foi muito chato. Ele que apanhe praia....é o que dizem Bjs.

Pipa disse...

tenho 20 anos e fui operada aos 12 para retirar os adenóides grandes. Ahhhhhh, que alívio. Eu ressonava,respirava pela boca, andava o dia inteiro com a boca aberta, tinha otites, ouvia mal e a partir da operação sou uma pessoa normalíssima. Lembro-me do médico dizer "quanto mais cedo fizer esta operação, mais rápida é a recuperação" e com 12 anos não me custou nada, até gostei de comer gelados !! Beijoca

UniversoABC disse...

O meu filho foi operado com 2 anos e meio porque tinha uma otite serosa que não passava nem com a medicação, o pós-operatório foi horrível, andei a pesquisar muito na Internet mas nada me preparou para tal cenário, não quero assustar mas foi o que se passou. No entanto a operação foi muito boa, trouxe resultados positivos :)

Anónimo disse...

A minha filha foi operada há 1 ano e meio. Tubinhos + adenóides. Não sentiu nada, zero dores, e a recuperação foi "instantânea e imediata". 1 ano depois o tubinho foi retirado pelo médico no consultório (já estava a sair) e ficou óptima!!

Rainbow Mum disse...

O meu foi operado e tirou amigdalas + adenoides e colocou tubos nos ouvidos. A operação foi rapidíssima e o chato foi estar uns dias com algumas dores de garganta e não custar-lhe até a engolir água... Mas foi remédio santo. Nunca mais ressonou, nunca mais fez apneias e começou a soltar + a língua :) Uma dica: Ele colocou os tubos na Cuf e aí metem uns à prova de água que no dia a seguir pode ir para dentro de água! O desgraçado do meu sobrinho colocou em Sta Maria e teve que andar 6 meses sem molhar a cabeça e com uma fita na praia a tapar os ouvidos... O SNS quer poupar e usa tubos mais antigos e baratos, acho...