Visitas

quarta-feira, agosto 12, 2009

A verdadeira bandalheira



É assim que está a minha vida meus amigos: uma autêntica bandalheira. Os meus dias resumem-se a comer, dormir, tirar leite e ir ao hospital. Amanhã? Comer, dormir, tirar leite e ir ao hospital.
A casa está imunda, as roupas vão-se acumulando, a comida já escasseia e as toalhas da casa-de-banho precisam mesmo de ser mudadas.
Ando esgotada, ah pois ando. Adormeço em qualquer cantinho e ando meio assoberbada. Não me lembro das palavras certas a usar, a cama e a almofada são as minhas melhores amigas e ando a viver estes dias em versão piloto-automático. Custa-me horrores mexer uma palha e a preguiça para acordar de quatro em quatro horas durante a noite para tirar leite é cada vez maior.
Nos pequenos momentos de lucidez ponho-me a pensar o que seria de mim se o Rodrigo estivesse cá em casa. Sim, porque se agora ando assim, queria ver como seria se tivesse de cuidar de um recém-nascido, se o baby tivesse vindo comigo para casa. E já nem me ponho a imaginar o que seria a versão gémeos. Enfim, eu sei que tudo se faria na mesma, porque já aprendi que as forças se vão buscar a sítios obscuros e que na hora H tudo se consegue.
O Rodrigo lá está no seu T0 com vista para o helioporto do Santa Maria. Está a apenas 80 gramas do peso com que nasceu (que foi 1190) e já não é o caçula da la dos cuidados intensivos. Ontem deram entrada duas gémeas giraças com 24 semanas e que não param de olhar para o meu rapagão. Sim, rapagão. Já deixou o mecónio e já faz cocó à homenzinho, já não anda em tronco nu e já chora sem parecer um gatinho. Os pulmões continuam a desenvolver-se e acredito que para a semana já respire com mais energia e sem ajudas. A ver vamos. Para já, uma certeza muito pouco suspeita: o Rodrigo é o bebé mais lindo da neonatologia.

5 comentários:

Celinha 007 =) disse...

Ah pois acredito que seja :D * Força aí Rodrigo! :D E diz à tua mamã pa ter força. A casa e o resto é secundário. Há de se orientar nos proximos tempos :D * Muah*

SN disse...

quando o meu filho nasceu estive 4 dias praticamente sem dormir pq de noite havia sempre um bebé a chorar no quarto e durante o dia tinha as visitas. Em casa o meu bebé mamava de 2 em 2 horas e entre arrotar, trocar fralda e adormece-lo sobrava-me 1 hora para dormir. Raramente dormiu 4 horas seguidas mas quando isso aconteceu a sensação que tive foi a de ter dormido a noite toda :-)
Confesso que não me custou muito pois pensava sempre que não ía ser sempre assim (foi até aos 5 meses)e que ele não voltaria a ser bebé pelo que até era bom poder disfrutá-lo quase 24h por dia.
E para ti será melhor acordar e abraçares um bebé em vez da bomba de leite. Fará toda a diferença.

Sara disse...

Não te preocupes com o resto, tudo se resolve, o mais importante de tudo é o Rodrigo.
Não tarda ele está em casa :)

Marta disse...

Acredito que quando ele estiver contigo será tudo infinitamente mais fácil e não o contrário.
Beijo grande

Patrícia disse...

É a primeira vez que aqui venho e prometo voltar. Não sei dar valor aquilo pelo qual vocês passaram e ainda estão a passar. Mas força! Vais ver que mais cedo do que esperas vais ter o Rodrigo a chatear-te a cabeça em casa e depois minha amiga... diz adeus a essas curtas 4 horas que agora ainda vais tendo, porque eles têm um horário mto próprio. Mas diz olá ao calor dele junto do teu peito e ao cheirinho dele que se vai encrustar em ti... e que vai ficar e sabe tão bem.