Visitas

terça-feira, janeiro 09, 2007

A melhor traduçao dos ultimos tempos! (desculpem, nao tenho acentos para titulos)


Que as más traduções às vezes nos tiram do sério, não é novidade nenhuma. Mas há uma que eu não consigo deixar passar em branco.
Há uma série a passar na Dois, penso que à quarta-feira, que se chama “Bones”. No fundo é a história de uma antropóloga forense que escreve romances nas horas vagas. Em cada episódio há sempre um crime e ela resolve o caso através da análise dos ossos.
Até aqui tudo bem, não se desse o absurdo caso de ela chamar-se Bones. Pois é, os tradutores não vão de modas e toca de traduzir o nome da senhora para Ossos. Uma coisa linda, não é?!! Está ela lá no laboratório a analisar o esqueleto e entra o polícia amigo dela do FBI e pergunta: “Então Ossos, já descobriste alguma coisa nesses ossos?” Tal e qual. Ridículo, no mínimo… ou como diria o meu amigo Zé Castelo Branco “redículo”.
Era a mesma coisa que no Dr. House os ajudantes se virarem para o médico e dizerem “ó doutor Casa, temos aqui mais uma doença rara”; ou na mítica série do Kit o carro virar-se para o dono e dizer “ó Miguel Noite vamos lá a mais uma corridinha maluca!”
Enfim, eles continuam com a deles que eu continuo com a minha. Esta coisa de chamar Mrs. Ossos à senhora não cabe na cabeça de ninguém e só dá para rir. Em Espanha como é, Chica Oessos?!

7 comentários:

Plasma disse...

AH, ah,ah... É Miguel Cavaleiro, e não noite...

O rapaz chama-se Michael Knight, e não night...

Não permito que haja enganos sobre o nome de uma dos maiores ídolos da minha infância!!!

David disse...

Diz Cambeta....

sergonov disse...

É só impressão minha ou a bacana parece a Gui assim de repente?

"Gui" que traduzido para Português é soluço, claro!


:)

Anette disse...

opá, deves ter razão Plasma. Confesso, o meu inglês é do pior, muito mau mesmo. E é muito melhor Miguel Cavaleiro do que Miguel Noite.

E tens razãoSergonov, o formato da cara e os olhos da bacana Ossos são parecidos com a nossa amiga Soluço.

David... agora que estamos aqui sossegados, tás a pedi-las!!

Gui disse...

Eu afinal sou é uma antropóloga forense, a trabalhar undercover. Epá… mas não digam nada a ninguém

Rui Borges disse...

Ao ver um episódio já tinha reparado nas semelhanças... ;)

Anónimo disse...

Não queria ser do contra, mas por acaso, a tradução até está bem feita: a moça não se chama Bones - isso é a alcunha dela, logo, pode ser traduzida. O nome dela é Temperance Brennan, mas o polícia que trabalha com ela chama-lhe "Bones" porque ela trabalha com ossos. Daí que, neste caso, a tradução até faça sentido, porque é uma alcunha, uma gozação. Daí que o colega dela diga coisas como "Então 'Ossos', já descobriste alguma coisa nesses ossos?".

Tirando este pequeno reparo, nice blog ;)

RS