Visitas

quinta-feira, dezembro 28, 2006

A realidade como obra de ficção

Às vezes pergunto-me porque se escrevem tantos livros, peças de teatro e argumentos de filmes se a vida é a maior comédia de enganos e o ser humano o seu mais competente fingidor.

2 comentários:

Anette disse...

Cá para mim este post é um "pemento de padrón" bem disfarçado. "Uns se mostran otros non". É um pensamento muito bonito e um dos melhores de sempre. Amei!

Gui disse...

É verdade, podia ser um pemento sim... e dos q pican... heehhehe. Tava de mau humor qd o escrevi e quase me arrependi mas olha se gostaste ainda bem :-)

Mas agora toca a escrever para acabarmos o ano em beleza, olaré!!