Visitas

quinta-feira, abril 27, 2006

Auto-crítica

Eu reclamo que a cultura é cara mas numa noite de festança sou capaz de fumar um bilhete de cinema, jantar um livro novo, beber uma entrada para o teatro e ainda apanhar táxis que não me deixam à porta de museus.

4 comentários:

carneiro disse...

NÃO deixam à porta de museus?
Tinha de ter um nozinho no cérebro... ;)
bjs

Plasma disse...

Desculpa... mas em noites de copos surgem muitos momentos culturais!!

Logo, a cultura é cara...

Guedes disse...

Eu não fumo, não bebo (álcool, claro) e, talvez por isso, normalmente ando sempre com o meu carro. Só janto. Sai mais barato.

Oliveira disse...

Só janta e come febras de porco! Eh eh!