Visitas

terça-feira, janeiro 19, 2010

Coisas de tintol

Fui notificada para ser ouvida no posto da GNR de Sintra por causa de um artigo que escrevi. Não sabia onde era e entrei numa churrasqueira da vila, onde perguntei para o ar.
- Alguém me sabe dizer onde é a GNR?
Saltaram três ou quatro a dizerem que sim, na segunda à esquerda, na rotunda em frente, blá blá, quando fui interrompida por um cota rosado que estava encostado em desiquilíbrio ao balcão com um copo de tinto à frente. Voz arrastada:
- Então mas tem mesmo que lá ir? Oiça, liga-se para lá e eles que venham cá.
Mais nada. Obrigadinhos.

5 comentários:

Anónimo disse...

OHHHHH.... RAPARIGA....
O que é que tu escreves-te para teres de ir á GNR...
:) :) :)
Muitas felicidades
Carla

Sara* disse...

Bem não me digas que andaste a falar da A.L outravez lollll
Ele lá sabe, quando quer bolei para casa deve-lhes telefonar loll

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

A liberdade de expressão onde anda?

beijinhos

A(B)acaFria disse...

LOL,

Eles há cada coisa. hehehe, Quem é importante, é importante e mais nada!!

E, tal como o comentário acima, onde anda a liberdade de expressão? Já não se pode opinar neste país?

Patrícia disse...

De nadinhas...