Visitas

segunda-feira, julho 06, 2009

Os meus cabelos brancos e o meu rabo de macaco

Vinte. Serão seguramente vinte os novos cabelos brancos que cresceram na minha cabeça desde que soube que estou grávida. Eu, que sempre me imaginei vaidosíssima a exibir a minha pança por esse Verão escaldante com modelitos fora de série e enjoos deitados para trás das costas, tenho, na verdade, passado todo o tempo fechada em casa e a exibir as camisas de dormir ao marido e aos pais. Mas isto não são queixas, pois estes meus ricos filhos são mais do que desejados e conseguiria aguentar uma farta cabeleira branca só para que estivessem bem.

Depois de apenas três dias em casa após ter estado internada, voltei a perder sangue. E entre um choro assustado e desesperado, lá fui eu de charola para as urgências, não sem antes preparar uma pequena babagem para o caso de me internarem de novo. Nunca mais me apanham com aquelas camisas de dormir traçadas que nos deixam o rego à mostra, aquelas cuecas descartáveis que nos apanham as maminhas cá em cima e aqueles chinelitos de pano que ensopam tudo o que pisam.

Felizmente, mandaram-me para casa para continuar o repouso. Não é hemorragia. Não há descolamento de placenta. Não tenho dores. O CTG não acusou contracções. Os resultados são negativos para infecções. O que os médicos me dizem é que pode ser alguma coisa ao nível do colo do útero, talvez um dos manos que goste de se esticar um pouco mais em direcção à saída.

Para ajudar à festa - e perdoem-me a crueldade da descrição - o meu rabo está parecido ao de um macaco devido a uma crise hemorroidal que me tem atazanado a vida. Há três dias que não me sento na sanita e a única questão que me assola é para onde raio vão os quilos de comida que vou ingerindo ao longo do dia.

Por último, um pedido ao pessoal que me conhece: pensei muito antes de publicar aqui o meu problema de hemorróidas acompanhado pela comparação ao rabo do macaco. Que esta imagem morra aqui para sempre e que continuem a ver-me como sempre me viram.

6 comentários:

SN disse...

Para ajudar a passar o tempo: conheces o livro do pediatra Mário Cordeiro "o grande livro do bebé"? É carote mas é-me muito útil. experimenta.
quanto ao teu rabo de macaco, as boas notícias é que depois de eles nascerem isso passa :-)

BHS disse...

Isso agora não interessa nada! O que interessa é que o pessoal que te conhece e gosta de ti está a torcer para que corra tudo bem!!!
Bjos e força!

Leididi disse...

Está descansada que vou continuar a ver-te sempre como a mais gira, a mais pirosona (no bom sentido) e a mais bem disposta. E melhoras paraesse rabo. :p e beijinhos para ti e para os meninos.

Gui disse...

Desculpa, mas essa imagem não vai morrer! Nunca mais vou conseguir ver-te de trás, ok? ;)

princesa das estrelas disse...

lovi, vai-me ser impossível esquecer esta linda imagem que acabaste de descrever... daqui a um ano, mais coisa menos coisa, quando nos encontrarmos numa dessas festas de verão, logo te chamo macaquita!

princesa das estrelas disse...

lovi, vai-me ser impossível esquecer esta linda imagem que acabaste de descrever... daqui a um ano, mais coisa menos coisa, quando nos encontrarmos numa dessas festas de verão, logo te chamo macaquita!