Visitas

quarta-feira, outubro 15, 2008

Almoço nos sogros. Porquê?

Porque é que é sempre tão complicado convencer os sogros de que não queremos mais carninha, nem mais arrozinho, nem mais saladinha, nem mais bolinho? Porque é que não podemos tranquilamente cruzar os talheres, dizermos "estou satisfeita" e a tarde decorrer em paz, com passarinhos a cantar e música de fundo?
É que mal os meus sogros se apercebem que vou terminar a refeição bombardeiam-me com mais repetições, como se a comida fosse acabar para sempre no Mundo. E embora eu diga vezes sem conta, com aquele meu sorriso simpático, que "não, não quero, fiquei bem", lá insistem para comer mais um bocadinho. Aliás, se me apanham a olhar para o lado, tratam de me enfiar no prato mais um bifinho, mais uma cenourinha, mais uma ervilha, alguma coisa que lhes dê aquela sensação de vitória. E depois fico ali com a comida no prato, a olhar para o meu vómito de tão cheia que estou e a suplicar desesperadamente que não me enfiem mais alimentos pela boca. "A sério, não consigo mesmo mais, fiquei bem com estes OITO bifes."
Mas a saga não fica por aqui. Pois temos ainda a mousse de chocolate e a típica frutinha, que te faz tão bem. Ufa! Vá a mousse ainda marcha, mas fruta? Quem é que come fruta depois de um almoço que mais pareceu um casamento? No final, e a rebolar-me literalmente até à porta e com cenourinhas e ervilhas a saírem-me dos poros, o balanço fatídico. "Estás muito magrinha... não comeste nada" Bolas!

3 comentários:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


ahahahahahah


é mesmo assim! estou solidária!


beijinhos

Ze Guevara disse...

E passadas 2 ou 3 horas diz o Ti Avelino:" Vamos lanchar?".

Gui disse...

Fizeste-me lembrar a minha avó, as refeições compunham-se da sopinha de pôr a colher em pé, do "conduto" e sempre a frutinha no fim. E passado pouco tempo começava a falar no lanchinho. E dizia sempre à minha mãe: "as meninas estão muito magrinhas" heheheh