Visitas

domingo, março 11, 2007

Eu fui!


Há lá coisa melhor que nos enfiarmos numa sexta-feira à noite num mar de gente no Campo Piiqueno para ver e ouvir ao vivo durante duas horas ao nosso querido Tony Carreira? Pois que não há e eu adorei!
Não parei um minuot sentada, dancei e cantei que me fartei e de cada vez que ele tirava o casaco também eu fazia "uh uh" como as outras.
"Sonhador, sonhador, mas ao menos a sonhaaaar..."
Obrigada Tony, és o maior. Vamos lá a mais um gritinho: É Tó, é Ny é Tony carreira, é Tó, é Ny, é Tony Carreira.

Observação: Não, não fui em trabalho, fui mesmo em lazer. Ok, não gastei dinheiro no bilhete, mas não sei de daqui para a frente não o farei. Venha de lá agora esse Emanuel no Pavilhão Atlântico.