Visitas

terça-feira, outubro 25, 2011

Muita saúdinha, essa é que é essa

Estou de molho. Fui apanhada pela primeira vez por uma otite e de tão má que é torna-se difícil dizer que estou simplesmente com uma otite. Pois essa menina merece sim ser tratada abaixo de cão, espezinhada e humilhada em praça pública. Pois então, esta otite filha da puta (e é pouco) anda a moer-me o juízo desde sábado, dia em que apareceu sorrateiramente, a fazer-se passar por coisa passageira, por um pequeno mal estar. E do nada, sem avisar, transformou-se num monstro a querer engolir-me toda a moleirinha. Xiça, que a danadinha provoca umas dores insuportáveis, daquelas de chorar e de perder o tino. Um horror. Agora ando para aqui já sem dores (valeram-me os soros e as injecções nas urgências, que bom é viver no campo e chegar ao centro nde saúde e não haver ninguém), mas ando para aqui com o ouvido todo entupido, a viver esta vida pela metade, porque estar surda de um lado é horroroso. Mas agora a questão coloca-se minhas caras e caros amigos que já tiveram otites: Quando é que isto vai desentupir? Quando, ó meu Deus?
E é nestas alturas de efermidade que damos valor àquela coisa que as velhas fofas nos dizem tantas e tantas vezes: muita saúdinha menina. Essa é que é essa, que eu assim, como estou, não valho nada e só atrapalho.

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu que em 34 anos de vida já tive em otites mais que 34 asseguro-te que em 1 semana isso passa...as rápidas melhoras!!

Juanna disse...

Eu tinha muito em miúda, como sofri. As melhoras, é muito chato.

sofia disse...

Terríveis dores, é verdade. Há muito tempo que não as experimento, mas lembro-me dessa sensação de meia surdez. Depois de começar o antibiótico deve levar perto de uma semana, devagarinho, devagarinho até que, de repente, voilá, descongestionou! O pior já passou.

vidasdanossavida disse...

Coitada. Tive uma (a primeira que me lembro) no ano passado, depois de uma valente constipação que apanhei com o meu filho que depois também devolvei otite bilateral e andei 2 semanas péssima, pois tive perfuração do tímpano e só quando fui ao otorrino é que comcecei a ser bem medicada. As melhoras rápidas. E o que sofrem os bebés quando as têm? Se a nós custa, coitadinhos deles. Bjs