Visitas

sexta-feira, agosto 12, 2011

Barrigas de aluguer

Isto das barrigas de aluguer faz-me muita confusão. São cada vez mais os famosos que recorrem a esta prática para terem filhotes e a ideia que me dá é que se vai ali a um supermercado e em vez de se trazer um quilo de batatas traz-se um bebé. É essa a ideia que me dá. E depois há o outro lado. O das tipas que por dinheiro acedem a passar por uma gravidez, por um parto, e depois "toma lá isto que me saiu agora do bucho e passa para cá a guita". Faz confusão, não faz? Ou sou eu que estou armada em parvinha?

6 comentários:

Sara* disse...

è coisa que não entendo nem aceito, barrigas de aluguer, por motivos de doença, ou por não conseguir engravidar, até entendo, agora apenas pelo facto de nã quererem engordar, nem darem cabo do corpinho????
Por favorrrrrr ganhem juizo.
Como é obvio eu que fui mãe a 6 meses e pouco, ainda me irrita os restos de barriga que teimam em não ir embora, mas adorei estár grávida da minha filha :)
Faz muita onfusão sim

Balancé disse...

opá a mim também faz me imensa confusão!!

Traquinasmother disse...

Como a sara salientou..depende das razões para tal escolha. Pior foi a noticia que vi ontem...que existe uma analise de sangue que apartir das 7 semanas é possivel saber o sexo do bebe. Imaginam aqueles pais fanaticos com a escolha do sexo?? Pois...eu ainda entendo abortos por motivos de saude..e tal..mas se por não ser o sexo que os pais querem...já me parece que os médicos vão ter de armar de muito valor..e fazer-se imunes aos subornos.....

vidasdanossavida disse...

Faz confusão, faz. Eu era fã da Sarah Jessica Parker do Sexo e a Cidade e quando soube que ela recorreu a barriga de aluguer para ter as gémeas porque não lhe apetecia passar por outra gravizes baixou na minha consideração. Uma coisa é o desespero de pais que não podem ter filhos de outra forma outra coisa é recorrer a este método para não ter trabalho...

MaGGie disse...

É um facto que é uma questão bastante emocional. Mas não deixa de ser algo consensual. Se alguém não quis engravidar para não engordar e havia um outro alguém disposto a fazê-lo por uma quantia de dinheiro problema é delas.
Obviamente que gosto de olhar para a gravidez de aluguer como uma mulher que está disposta a partilhar uma dádiva com alguém que não consegue mas nem sempre o é dessa forma. Por vezes é uma mera transacção. Obviamente que nunca tive um filho e que não sinto revolta pois não partilho de um laço de amor profundo por algo que criei. Talvez a minha opinião venha a mudar. Mas sendo uma transacção ou não na maioria das vezes traz muita felicidade a ambas as partes. Não me faz confusão alguma. Admiro que uma mulher esteja disposta a dar algo que esteve dentro dela 9 meses de forma a abençoar um casal ou outra mulher, ou homem.

Anónimo disse...

eu sou portuguesa, saudavel e jovem.tenho uma criança minha, linda e perfeita e neste momento depois detudo tentar para poder viver com um pouco de dignidade coloco este anuncio, não para ir para a faculdade ou viajar ou comprar visons mas para não ser despejada na rua.cedo o meu utero a casais ou não e a todas as pessoas que v~em neste ato falta de carater pensem se nao eram capazes de tudo para verem bem a vossa cria.a quem quiser ser pai ou mae disponho do meu ventre.