Visitas

terça-feira, dezembro 21, 2010

A dormir em pé

O Rodrigo não dorme. De há duas semanas para cá, dia sim, dia sim, dia não (que é quando o deito à uma da manhã), o Rodrigo acorda a meio da noite, género duas, três ou quatro da manhã, e demoro cerca de duas a três horas até que adormeça de novo. Esta noite foi das duas e meia às seis e, como é de calcular, eu e o pai andamos a dormir em pé. O Rodrigo não chora, acorda a rir, e fica sossegado no nosso colo com os olhos semi-cerrados. Só ao fim de duas a três horas é que entre novamente em sono profundo e, mesmo assim, temos de colocá-lo na cama dele com muito cuidado e em silêncio, para não acordar. Ando desesperada de cansaço. As noites mal dormidas rebentam com qualquer um e não sei o que fazer. De dia ele nem dorme muito. Dorme uma hora ao fim da manhã e outra hora pelas quatro, cinco da tarde. Adormeço-o para o sono longo pelas onze horas, começando a embalá-lo por volta das dez. E andamos nisto.
Para ajudar à festa, deixou de querer leite. Nem com água lhe consigo enfiar o biberão na boca. Ou seja, o miúdo está só a beber o leite que ponho na papa da manhã. Ai, mãe sofre.

3 comentários:

Rita disse...

aconteceu-m o mmo c o pedro qd ele começou a gatinhar, a por-s d pe e a descobrir a vida! andei uma semana acordada entre as 5 e as 7 da matina, c ele so a querer conversa e brincadeira e a adormecer no colo e a acordar qd o punhamos na cama. foi desesperante. mas pensa: TUDO passa. e os putos têm MESMO fases maradas. qd derem por vcs, o rodrigo ja faz 12 horas seguidas (qd ancdar tao cansado d correr tudo!). bjos

Rita disse...

desculpa vir melgar: diz-me, o rodrigo ja esta a dormir melhor? (o pedro regrediu!!!!!!!!!!!!!!!)

Mafas disse...

Cá em casa esta noite foi assim, mas o meu filho chorava. Só queria colo. Adormecia ao meu colo e quando o deitava na cama gritava. Tem um ano e 1 mês e isto nunca aconteceu. esta noite dormia meia hora, acordava, dormia 10 minutos, acordava... Um desespero. Pensava que podia ser dos dentes e dei-lhe um supositório, mas nem assim acalmou.