Visitas

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Pôr o lixo

Para quando uma portinhola nas nossas cozinhas em que despejamos para lá o saco do lixo e pronto, não pensamos mais no assunto? Para quando uma solução na lógica do que faz o autoclismo que acabe de uma vez por todas com o irritante e nojento saquinho do lixo à espera que alguém lhe pegue?
É que levar o lixo à rua nunca dá jeito. Ou porque já vamos todos arranjadinhos e não queremos ficar com as mãos a cheirar a atum; ou porque já levamos o casaco numa mão, a mala na outra e o lixo não dá propriamente para levar na boca como fazemos com as chaves do carro; ou porque está a chover; ou porque ele à noite leva; ou porque blá blá. Enfim, há sempre mil e uma razões para o saco mal cheiroso demorar em seguir o seu destino. E fica ali pela cozinha, dias (poucos, para não parecer mal), de asas caídas, a ganhar cada vez mais decadência, a perder a frescura própria do lixo acabado de fazer.
Acredito mesmo que em cada doce lar a discussão de quem é a vez de levar o lixo à rua se torne muitas vezes num braço de ferro sem fim. Ah, e com a eterna argumentação “eh pá, desta vez vai lá tu que o último saco fui eu que o levei”. O que é mais irritante é que esses últimos sacos perdem validade num piscar de olhos. Eu não sei se é só cá em casa, mas fabrica-se lixo que é uma coisa de doidos. Ainda estamos a bater as palminhas porque o próximo saco cabe-lhe a ele e já estão dois nojentinhos a abarrotar de cascas de batata e espinhas de peixe à espera de ser atendidos no nosso guichet. Porra, já?!
Há outras tarefas domésticas igualmente chatas, mas caramba, para nos livrarmos dessas temos sempre o velho recurso de contratar uma empresa. Limpam-nos o pó numa manhã, passam-nos a roupinha toda a ferro e ainda a trazem a casa à hora marcada. Agora, que eu saiba, não se pode fazer um telefonema para nos irem pôr o lixo, se faz favor. Não se pede a um amigo que está a ir embora depois de uma visita “leva-me isto lá abaixo, o caixote fica na esquina no lado direito”.
Sim, porque depois é isto. Os caixotes onde deitamos o nosso lixo ficam sempre longe, longe. Aliás, confesso que algumas vezes enfio o meu rabo preguiçoso no carro e com ele o saco do lixo. Paro perto do contentor e lá vai bogalho que o próximo é dele. Mas esta solução também não é boa. Voltamos ao volante com a sensação de mão peganhenta e serão ainda precisos alguns quilómetros de vidro aberto para sair o cheiro das cascas de queijo e banana misturados com as magnólias do campo próprias dos sacos de lixo perfumados.
Uma coisa é certa. Já não sei quem levou o último, mas o saco que está ali na cozinha fechado e pronto a ir para outro lado não me vai calhar na rifa porque, hummm, deixa ver, hummm, porque está frio e não me quero constipar e porque depois pode fazer mal ao bebé, oh pá, vai lá tu. Amo-te.

7 comentários:

Anónimo disse...

僑泰廚具網專營 系統傢俱,客制化系統家具,廚具,歐式廚具櫥櫃,系統櫃,家具工廠,系統家具工廠,本公司採用全自動化加工設備及各式大型半自動生產機具及一流經驗操作人員和嚴格的品質管制,提供室內設計為客戶生產精緻完美,高品質的產品。歡迎參觀指教喔!

Sara disse...

LOLLLL
Belo texto :) :)
Cá em casa por acaso vai-se dividindo, mas na maioria ele é que leva, como não gosta que vá a noite passear a cadela eu digo sempre olha já que vais a rua, leva o lixo lollll
Mas de vez em quando levo para não parecer mal.

Olha quando o miudo for maaaaaais crescido, fica uma tarefa dele lollll
Boa?

Anónimo disse...

Na minha casa é o mesmo. Como fazemos a separação de embalagens, vidro e cartões e papel, temos sempre mais para levarmos para a rua. É que mal nos livramos de um saco, já temos outro a encher.

Helena

Maria_S disse...

Mas não tem um caixote à porta da sua casa? Eu nisso tenho sorte, moro num r/c e sem vizinhos por cima ou por baixo. Abro a porta estico o braço, abro o caixote e lá vai ele.

gralha disse...

Os prédios novos têm conduta de lixo, alguns até com separadores para reciclagem (no Parque das Nações, por exemplo). É uma das vantagens dos prédios urbanos em relação às casas.

Anónimo disse...

O meu prédio tem 25 anos e tem conduta!
Muito bom, confesso. Bastante abrir a porta de casa e despejar o saco na conduta.

lolita disse...

Cá em casa é o mesmo, e depois muitas vezes o Sr Saco do Lixo Malcheiroso fica esquecido mais um diazito na mala do carro para apurar...Blaaaghhh