Visitas

segunda-feira, junho 15, 2009

Estações que tal

Uma estação de comboios à tarde. Três miúdos, que suponho entre os 19 e 20 anos, a rodar entre si um papel amarelo povoado de exercícios. De quando em quando conversam, num emaranhado de primitivas, derivadas direccionais e funções vectoriais. Às tantas vira-se um e diz:
- Deu muito trabalho mas começo a ter raciocínio geométrico, quando olho para um exercício já quase que o resolvo automaticamente…

Rio-me para dentro durante muito tempo.
Se calhar tinha sido boa ideia ir às aulas de Álgebra Linear e Geometria Analítica, ao invés de calcorrear as festas das faculdades e os alfarrabistas da baixa portuense.

7 comentários:

Anette disse...

Só o nome das disciplinas assustam. Welcome grande comparsa, que feliz me deixaste de te rever e reler neste espaço. Bacios. Muchos.

Gui disse...

É tudo a mesma cadeira, Anette! ALGA, de seu acrónimo. As aulas eram realmente assustadoras, eu não percebia um chavelho, confesso..

Voltei sim, transformada numa pessoa que escuta as conversas alheias :)

Muchisimos + a ti, cariño

BHS disse...

Um regresso que também quero saudar!
Bjos.

Gui disse...

Obrigada, BHS!
Também estou nos Provérbios, quando quiseres passar és muito bem-vindo. Bjinhos, e tb para o Guilherme :)

Berta disse...

Aproveito para me juntar ao coro de vozes jubilosas. Obrigada pelo teu regresso, Gui.

Gui disse...

Ena ena!, eu é que fico muito grata, amigos(as)!

E a Berta foi a testemunha na 1ª plateia destes meus sucessivos baldanços...
Resta dizer que ela fez a dita ALGA e cadeiras com registos ainda mais tenebrosos, como Termodinâmica e Física Quântica :)

Lembras-te de uma vez me tentares ensinar a determinar a massa do Sol, querida? Tinha qualquer coisa que ver com os átomos de hidrogénio e hélio, certo?

Berta disse...

A massa do sol? Sim já me lembro destes arroubos líricos. eh eh
Ainda gosto de fazer este tipo de cálculos mas por o fazer em termos profissionais, sinto que há uma inocência que se perde. Não se tem eternamente 20 anos.

PS- Sim, a subida de audiência do blogue deve-se sem dúvida ao teu regresso e às inevitáveis expectativas dos teus leitores. Agora, invoca as tuas musas e faz o que melhor sabes fazer: escrever.