Visitas

terça-feira, dezembro 16, 2008

Mais uma das minhas...

Esta manhã fui encher o depósito do carro e jurei para mim mesma que não ia deixar que a máquina me cobrasse um cêntimo a mais. Meio a dormir, mas muito concentrada, não tirei os olhos do aparelho para que este não passasse os 40 euros certinhos. Com o dedo ágil no gatilho, lá fui dando uns empurrõezinhos devagarinho, até ao número bem redondinho. Consegui! Feliz, tiro os olhos da máquina e preparo-me para pôr a tampa no depósito. E é quando reparo que dali corria um fio de gasóleo para o chão há já algum tempo, digamos que há pelo menos três euros. As minhas botas pretas lindas estavam no meio de uma poça de combustível e perante este cenário ridículo olhei em volta para me certificar que ninguém tinha assistido à minha triste figura e pisguei-me dali com mais uma burrada no caderninho e um pivete a gasóleo dentro do carro que nem vos digo nem vos conto.

7 comentários:

Anónimo disse...

Pelos vistos a cara Anette não sabe que as bombas de combustível têm uma funcionalidade que permite a pré-marcação do valor com quanto se quer abastecer. Diga lá se esta não é a melhor notícia que recebeu nos últimos tempos...

marta disse...

Tótó!!!!

Guedes disse...

Posso rir-me?!

Mas não sabias que o depósito não estava vazio? Ou ainda estavas a pensar nos preços antigos onde 40 euros davam para meio depósito?

Ao menos pagas-te?

Bruno Henriques da Silva disse...

Isso dava uma bela cena para os contemporaneos...

Anette disse...

Amigos, como era para atestar não fiz pré-marcação. Aconteceu, pronto, aconteceu, já está.

António Raminhos disse...

Você você! Ai.... você!

AR

www.antonioraminhos.blogspot.com

Anónimo disse...

Lol!! Deu vontade de rir ler esse post, pois recordei-me que essa situação aconteceu uma vez comigo exactamente igualzinha! Lol... O que vale é q ng percebeu na altura!!